Kaefer defende lei sobre terceirização de contratos no Brasil




O deputado Alfredo Kaefer (PSL) defendeu, em plenário, a aprovação de projeto de lei sobre a terceirização de contratos de trabalho no Brasil. 

“Não há atividade econômica empresarial que não conte com a terceirização. O que acontece é que muitas terceirizações são feitas via mercado, via fornecimento, via elaboração de produtos de terceiros, e não de forma direta. Nós precisamos, sim, aprovar o projeto de lei que trata da terceirização”, disse.

Para contextualizar, Kaefer destacou que o Brasil “está longe de mudar de um capitalismo de Estado para um capitalismo de mercado, mas há avanços”. 

“E a terceirização, que, na prática, ocorre na maioria dos lugares do mundo, torna-se realidade aqui. Aliás, já é realidade; apenas precisa ser normatizada”, disse. 

Kaefer analisou ainda, em discurso, que o maior concorrente do salário e da renda não é a terceirização, mas a crise econômica. “Um dos fatores (da terceirização) é a volta do emprego, dando-se liberdade a todos os trabalhadores, tanto em atividades-meio como em atividades-fim”.

O parlamentar disse ainda que “o sujeito que está desempregado não quer saber qual o nome do patrão dele, não quer saber se o emprego dele é direto ou indireto; ele quer saber mesmo é de ter o emprego”.

 

(Assessoria de Comunicação)     





Compartilhe: Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Compartilhe no Google Buzz  Adicione aos favoritos no Google
11/05/2017
Kaefer pede o fim da cobrança do Funrural
  
CLIQUE AQUI PARA ABRIR O PDF.
clique aqui