Cadastro positivo vai reduzir taxa de juro




O texto-base da proposta que torna obrigatória a inclusão de consumidores e empresas no cadastro positivo foi aprovado na Câmara dos Deputados. Para o deputado federal Alfredo Kaefer (Progressistas 11), a divulgação de dados positivos vai auxiliar na retomada da economia.

“É um ingrediente importante para que consigamos diminuir as taxas de juros do país, por conta do sistema que é adotado como meio de dar segurança às instituições que dão crédito. As pessoas precisam entender que não se trata de quebra de sigilo, mas sim de algo essencial para o desenvolvimento econômico do país”, assegurou o deputado Alfredo Kaefer, lembrando que as informações hoje estão bastante abertas na internet. 

O exemplo citado pelo deputado paranaense em plenário é a diferença entre os valores da Taxa Selic e da inflação.“Hoje, temos uma inflação na casa dos 3%, e uma taxa Selic que é praticamente o dobro disso. Isso não poderia acontecer, por mais que ainda se tenha o ingrediente dos impostos que precisam ser reduzidos do chamado ‘custo financeiro’. O cadastro positivo vai ajudar na diminuição da inadimplência e na redução dos juros”, avaliou.   

O cadastro positivo já existe desde 2011, com participação voluntária. Os dados sobre pagamentos dos consumidores são repassados a empresas que formulam uma nota com base na adimplência e inadimplência. O objetivo é permitir que bons pagadores acessem juros menores a partir da sua nota





Compartilhe: Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Compartilhe no Google Buzz  Adicione aos favoritos no Google
11/05/2017
Kaefer pede o fim da cobrança do Funrural
  
CLIQUE AQUI PARA ABRIR O PDF.
clique aqui