Insensibilidade prejudica a acessibilidade,diz Kaefer




“Só sabe realmente a importância da acessibilidade as pessoas que têm necessidades especiais ou convivem diretamente com alguém que tenha”, lembrou Alfredo Kaefer, ao citar que é deficiente físico. 

Há cerca de 30 milhões de brasileiros com deficiência e que precisam ter maior acessibilidade não apenas aos transportes, aos locais desejados, mas também aos direitos que lhes são garantidos pela Constituição. A falta de acessibilidade é discriminação, e essa, é crime.

Ainda hoje, em muitos municípios do Brasil, é comum não haver estrutura alguma para atender as  pessoas com deficiência, e essa têm sido uma das bandeiras do deputado no Congresso Nacional. “As pessoas precisam entender as dificuldades vividas pelos outros. Um simples degrau na entrada de uma empresa, um carro estacionado na calçada, transporte público sem estar adaptado pode inviabilizar o acesso de uma pessoa.

Quem não lembra do emblemático caso de uma passageira em Foz do Iguaçu, que precisou se arrastar para embarcar no avião”, argumentou. Alfredo Kaefer foi acometido por polimiosite aos 7 anos





Compartilhe: Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Compartilhe no Google Buzz  Adicione aos favoritos no Google
11/05/2017
Kaefer pede o fim da cobrança do Funrural
  
CLIQUE AQUI PARA ABRIR O PDF.
clique aqui